4 de agosto de 2009

oi, eu estou chatinha hoje :B

Sabe quando você está na corda bamba e não sabe se vai aguentar até o final?
Tem medo de seguir em frente mas tem medo de ficar parada ali e pensa que isso nunca vai chegar o fim.
Quando você está entre o certo e o errado, e não sabe exatamente o que fez você chegar a tal ponto, e não sabe se ri ou se chora por estar ali.
Observa dali, todos te chamando de tudo o que podem e sabem que você está desarmada e não pode fazer nada para retribuir tais nomes.
Está de mãos (pés, cabeça, boca) atadas, e não consegue reagir, pensa como se fosse a pior pessoa do mundo, e sem querer se sente a pior pessoa do mundo mesmo...
Escuta de todos que é inútil, desorganizada, insuportável, e coloca exatamente isso na cabeça, o que faz só piorar as coisas, vive a vida, pensando que é tudo isso. Mas no fundo sabe que tudo não passa de um engano, e que vale MUITO, mas, MUITO mais do que os outros se quer imaginam.
Se culpa de uma coisa que vai acontecer com todo mundo, sabe que no fundo não está errada, mas pelos outros, ninguém nunca errou tanto como ela.
É o alvo das brigas, e tudo sempre acaba nas costas dela.
Começa a odiar a vida, e se não fossem pessoas que gostam mesmo dela, não saberia o que fazer.
Tem os amigos como um refúgio a partir dali, porque sua família, á, está complicada e complexa demais para ser ao menos entendida, se quer se pode viver dentro dela.
Fica no canto dela, mas tudo o que ela faz é motivo para as encrencas, e quando faz uma coisa certa, não é mais do que a obrigação.
Sua vida está fora do controle. É chamada de metida, mas de metida, não tem nada. Diz que é mal-educada, mas trata todos com muita educação, obrigada!
Usa e abusa do ato de responder grosseiramente as pessoas, ela se quer sabe chingar alguém desconhecido. Só está cansada de tudo. De todos. Não é exatamente um pecado isso. Todos na vida vão ter uma época assim. Será que ela não pode ser intendida, ou melhor, ser esquecida um pouco. Mudar o roteiro, trocar de protagonistas, só um instante, para ela respirar aliviada um momento.

PS: Estou neurótica, chata, insuportável e dramática. Então, nem notem :D

3 comentários:

faabeo disse...

Gosteeii demais do seu Blog,! demais mesmo
vou ler mais ae depois coemnto algu bem mais inteligente . hehehe .
abraço.

ATÉMAIS ;D
seguindojá - linkada
FAÇAOMESMO .

vegetariane! disse...

IUASIUIAUSIASIAUIS.
Tem dias que eu acordo assim também, cara. E sabe, eu me sentia um E.t por causa disso. Já ví que não sou um E.T *-* Adorei o blog! Me inspirou, colega. :D Beijos ;*

isabella M. disse...

aah..não pode se culpar por isso,todo mundo cansa,ninguém e de ferro,as pessoas precisam relevar mais,sabe..nao se preucupar com tanto,e as vezes ser deixada quieta..penso que todos precisam de um tempo pra si,e nao deve ser julgado por isso.

beeeeeeeeijos!